Quero pintar a minha com as cores que o Arco-Íris tem... Pois, "Quem tem Alma, não tem calma!"

01
Nov 12

publicado por AsCoresdaAlma às 16:37

30
Out 12

"Aspiro a um tempo liberto
folha branca de espaços livres
...

onde o pensamento se fará
em buscas, em mundos,em versos
onde minha Alma se espreguice
na magia serena da poesia
e transplante o coração do homem
sem a pieguice das idealizações
do metafísico para o concreto
do céu para o chão
das estrelas para o nosso barro
argiloso das afirmações!"
 
(Luiz José Maia - In “As Quatro Faces do Homem”)

publicado por AsCoresdaAlma às 20:53

27
Out 12

"Hoje que a mágoa me apunhala o seio,
E o coração me rasga atroz, imensa,
...

Eu a bendigo da descrença, em meio,
Porque eu hoje só vivo da descrença.

À noite quando em funda soledade
Minh’Alma se recolhe tristemente,
Pra iluminar-me a alma descontente,
Se acende o círio triste da Saudade.

E assim afeito às mágoas e ao tormento,
E à dor e ao sofrimento eterno afeito,
Para dar vida à dor e ao sofrimento,

Da saudade na campa enegrecida
Guardo a lembrança que me sangra o peito,
Mas que no entanto me alimenta a vida."
 
(Augusto dos Anjos)

publicado por AsCoresdaAlma às 19:52

22
Out 12

"(...)

Nuns atalhos da tarde
Vivendo imensidão
Minha Alma disse a mim
...

Rica de sombras:
Não pertencida.
Exilada dos sóis
Das outras vidas."
 
(Hilda Hilst)
publicado por AsCoresdaAlma às 21:08

17
Out 12

"A luz quando desvenda a vida
cria formas, alastra quem informa
...

devora males e cria forma

Verdeja sonhos num mar perdido
tal andarilho esvoaçante
de harmonias raras

Cinge minha Alma como carícia,
serena e renovada
encerrando desacertos e desconsolos
pois tudo acaba ao se desprender
nas dúvidas de algumas reticências..."
 
(Conceição Bentes)
publicado por AsCoresdaAlma às 19:51

12
Out 12

"És ao mesmo tempo o céu e o ninho.
...


Meu belo amigo, aqui no ninho,
o teu amor prende a Alma
com mil cores,
cores e músicas.

Chega a manhã,
trazendo na mão a cesta de oiro,
com a grinalda da formosura,
para coroar a terra em silêncio!
Chega a noite pelas veredas não andadas
dos prados solitários,
já abandonados pelos rebanhos!
Traz, na sua bilha de oiro,
a fresca bebida da paz,
recolhida
no mar ocidental do descanso.

Mas onde o céu infinito se abre,
para que a Alma possa voar,
reina a branca claridade imaculada.
Ali não há dia nem noite,
nem forma, nem cor,
nem sequer nunca, nunca,
uma palavra!"
 
(Rabindranath Tagore)
publicado por AsCoresdaAlma às 20:46

09
Out 12
"O carisma é a expressão da Alma.
Quando a alma fala, sua essência espiritual e divina se manifesta, e a pessoa brilha, conquista, aparece.
É nela que reside sua força e poder.
Negá-la é preferir a obscuridade."

(Zíbia Gasparetto)
publicado por AsCoresdaAlma às 23:11

06
Out 12

publicado por AsCoresdaAlma às 19:32

03
Out 12

"A Alma do vinho assim cantava nas garrafas:
"Homem, ó deserdado amigo, eu te compus,
Nesta prisão de vidro e lacre em que me abafas,
Um cântico em que há só fraternidade e luz!

"Bem sei quanto custou, na colina incendida,
De causticante sol, de suor e de labor,
Para fazer minha alma e engendrar minha vida;
Mas eu não hei de ser ingrato e corruptor,

"Porque eu sinto um prazer imenso quando baixo
À goela do homem que já trabalhou demais,
E sei peito bastante é doce tumba que acho
Mais propícia ao prazer que as adegas glaciais.

"Não ouves retirar a domingueira toada
E esperanças chalrar em meu seio, febris?
Cotovelos na mesa a manga arregaçada,
Tu me hás de bendizer e tu serás feliz:

"Hei de acender-te da esposa embevecida;
A teu filho farei a força e a cor
E serei para tão terno atleta da vida
Como o oleo e os tendões enrija ao lutador.

"Sobre ti tombarei, vegetal ambrosia,
Grão precioso que lança o eterno semeador,
Para que enfim do nosso amor nasça a poesia
Que até Deus subirá como uma rara flor!"

 

(CHARLES BAUDELAIRE)

publicado por AsCoresdaAlma às 23:39

25
Set 12

"Rescende a flor na várzea,
longínqua flor da infância
...

que só de raro em raro ao sonhador
abre o velado cálice
e deixa ver – cópia do sol – seu interior.
Por cima das cordilheiras azuis
cega a noite vagueia
puxando sobre o seio a veste escura:
sorrindo esparze a esmo
sua dádiva – o sonho.
Curtidos pelo dia, em baixo dormem
os homens: têm os olhos
cheios de sonhos,
alguns viram o rosto suspirando
para as flores da infância
cujo aroma os atrai de leve na penumbra,
e ao severo chamado paternal do dia
confortados se alheiam.
Para o exausto, é um alívio
refugiar-se nos braços da mãe
que os cabelos do sonhador alisa
com mãos despreocupadas.
Somos crianças, logo nos fatiga o sol
- ainda que seja para nós destino e futuro sagrado –
e tombamos a cada anoitecer
pequeninos de novo no regaço da mãe,
balbuciamos palavras da infância,
palpamos o caminho do regresso às origens.
Também o pesquisador solitário
que para o vôo ao sol se propusera
vacila, também ele, à meia-noite
voltado para o ponto de partida longe.
E o que dorme, quando um pesadelo o desperta,
confusa a Alma, pressente no escuro
a hesitante verdade:
toda corrida, para o sol ou para a noite,
conduz à morte, leva a novo nascimento,
dores que a alma receia.
Mas seguem todos o mesmo caminho:
todos morrem e tornam a nascer,
porque a eterna mãe
devolve-os eternamente ao dia."
 
(HERMANN HESSE)
publicado por AsCoresdaAlma às 21:41

22
Set 12

"Mãos tristes, sulcadas de rugas,
Que choram em silêncio a dor de envelhecer...


Pensar que já foram a Alma festiva,
A graça inocente dum berço, num lar.
Frágeis mãozinhas, de dedos rosados,
Brincando com a vida.
Rainhas de um mundo de legenda,
Maleável e submisso ao seu comando.

Pálidas mãos, sulcadas de renúncias!

Mãos que foram jovens, belas e triunfais,
Confiantes em si mesmas, todo-poderosas,
Capazes de curvar a fronte mais altiva,
E de alterar o curso eterno das estrelas.

Tímidas mãos, que se apagam na sombra!

Mãos feitas de luz, doces mãos liriais.
Companheiras intrépidas e leais,
Solícitas e compreensivas.
Cheias de incentivo e paciência,
Misericordiosas mãos maternais.

Velhas mãos solitárias,
Como dói recordar!"
 
(Helena Kolody)
publicado por AsCoresdaAlma às 19:19

19
Set 12

 "Não quero mais que um som de água
... Ao pé de um adormecer.
trago sonho, trago mágoa,
Trago com que não querer.


Como nada amei nem fiz
Quero descansar de nada.
Amanhã serei feliz
Se para amanhã há estrada.


Por enquanto, na estalagem
De não ter cura de mim,
Gozarei só pela aragem
As flores do outro jardim.


Por enquanto, por enquanto
por enquanto não sei quê...
Pobre Alma, choras sem pranto,
E ouves como quem vê."

 

(Fernando Pessoa)

publicado por AsCoresdaAlma às 20:44

16
Set 12

publicado por AsCoresdaAlma às 20:47

"As paixões são as portas da Alma."

(Baltasar Gracian)

publicado por AsCoresdaAlma às 19:01

14
Set 12

"Nem o Sol nem a Lua podem refletir-se claramente na água lamacenta. Assim a Alma universal não pode realizar-se perfeitamente em nós, enquanto não afastarmos o véu da ilusão, isto é, enquanto perdura o sentimento do 'eu' e do 'meu'."

(Ramakrishna)

publicado por AsCoresdaAlma às 23:09

Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim